Encontro de Turismo de Base Comunitária e
Economia Solidária - ETBCES

Terça
24/Abril
Obtendo tempo... 00º C


II Encontro de Turismo de Base Comunitária e Economia Solidária

I Mostra de Cultura e Produção Associada ao Turismo e à Economia Solidária

IV Mostra Cultural Arte no Cotidiano

Apresentação

O II ETBCES, I MCPATES, IV MCAC, faz parte do processo da extensão e pesquisa que se desenvolve no Cabula e bairros adjacentes, numa perspectiva de integração dos diversos sujeitos sociais que compõem o universo do projeto “Turismo de Base Comunitária no Cabula e Entorno”.

É a segunda vez que se realiza o encontro, aprofundando e sistematizando com mais vigor as atividades integrativas, tanto do ponto de vista do conhecimento, quanto das ações propriamente ditas. Conta com a participação efetiva das associações de bairros, das cooperativas de produção, de lideranças, gestores sociais e associações culturais, movimentos musicais, de teatro, artesanato, grafite, dentre outras expressões artísticas, buscando dar visibilidade e reconhecimento às diversas produções sociais, políticas, culturais e econômicas, que se desenvolvem no entorno da Universidade do Estado da Bahia – UNEB. 

Este projeto de extensão e pesquisa tem possibilitado à UNEB, por meio dos pesquisadores, professores, estudantes, colaboradores, voluntários e pessoas que formam as comunidades dos contextos envolvidos neste processo, uma rica e singular experiência de produção de conhecimento e outros modus operandi, contribuindo para sua legitimação na sociedade. 

Objetivo

O encontro objetiva mobilizar as comunidades de bairros populares para o cooperativismo, sensibilizando-os quanto à sua cultura, atrativos turísticos e legado de gerações, predominantemente, dos grupos de etnias indígenas e afrobrasileiras.

Público-Alvo 

O encontro está aberto para o público interno, funcionários, estudantes, professores, extensionistas da Universidade Aberta da Terceira Idade – UATI, por exemplo, e de outras oferecidas pela UNEB; e o externo, representantes de órgãos públicos, de instituições privadas, de organizações não-governamentais, do terceiro setor, de empreendimentos de economia popular, solidária e comércio justo, lideranças e articuladores comunitários, e as comunidades, que tiverem interesse.

Atividades

Além das conferências e relatos de experiências, serão feitas oficinas de arte e trabalho, exposições, mostras culturais e de produções associadas e comunitárias, nas áreas de artesanato, grafite e gastronomia, e tours em bairros populares. Estas são algumas das atrações e atrativos do encontro, que tem como destaques da sua programação, a I Mostra de Produção Associada ao Turismo e à Economia Solidária e a IV Mostra Cultural Arte no Cotidiano.